Make your own free website on Tripod.com

DINHO NASCIMENTO

 

    Erneides Antônio Cursino Nascimento é um dos gênios da música que tira um bom som de tudo. É tido como um percussionista criativo pois acabou acrescentando uma novidade na música: o berimbau elétrico.

    Dinho aprendeu a tocar berimbau e percussão nas rodas de capoeira e festas de rua na Bahia. Aos 16 anos aprimorou seus conhecimentos musicais estudando piano e fazendo uma iniciação musical no Seminário Livre de Música. Participou de muitos festivais estudantis e no fim dos anos 60 formou o grupo Arembepe, no qual tocou mais de 10 anos, conseguindo boa repercussão com seu afro-rock de tempero baiano. Trabalhou com músicos como João Donato, Walter Franco, Tom Zé, Renato Teixeira, Zé Ketti, Flávio Venturini, Renato Borghett, Clementina de Jesus e Pena Branca & Xavantinho. 

    Quando Dinho não está na estrada fazendo shows pelo país, usa seu tempo livre na organização de workshops informais no Morro do Querosene no Butantã, bairro paulista onde viveu há mais de 17 anos..

    Ele costuma convidar amigos e colegas para trocar idéias em uma pracinha, próxima de sua casa, onde tenta transmitir aos garotos do morro um pouco de seu conhecimento sobre capoeira e percussão. Dinho também mantém uma oficina para construção de instrumentos. 

    Depois da explosão com o cd "Berimbau Blues", vencedor do prêmio Sharp de música 97, está de volta com seu mais recente trabalho "Gongolô" que se encontra praticamente pronto. o único problema, que muitos percussionistas sofrem, é de encontrar uma gravadora. 

    Gololô, palavra da língua Quibundo, dos Bantos de Angola usada na Bahia para designar o emaranhado de pipas no ar.  além de ser o nome,  é também uma faixa do cd. Nessa nova produção, Dinho inclui composições curiosas e inovadoras como " Índia Ginga" que tem os toques do berimbau em ritmo de capoeira. "Sempre achei que o berimbau talvez por ser um instrumento de origem africana, tem tudo a ver com o blues. Faço um trabalho de reciclagem da música. Gosto de misturar os variados sons que já ouvi, mesclando ritmos, melodias e palavras"- ele explica. No Berimbau Blues, Dinho mostra um trabalho instrumental que se destaca por sua originalidade. Demonstra seu pioneirismo sonoro usando um copo de vidro para pressionar a corda do instrumento e criar o efeito slide como alguns bluseiros que utilizam um gargalo de garrafa ou anel de metal para modificar a sonoridade de suas guitarras. As faixas mais conhecidas do cd são: "Banana Boat", canção de Burgie e Attaway, que na década de 50 fez sucesso na voz do cantor jamaicano Harry Belafonte (com vocais e ritmo extraídos da capoeira) e "Toque de Mestre", uma homenagem aos mestres de capoeira. O ritmo se baseia na "Iúna", toque de celebração, jogado apenas por formados e mestres. 

 ONDE ACHAR DINHO NASCIMENTO?

alguns instrumentos do set atual de Dinho