Make your own free website on Tripod.com

pergunte para o lyra

lyra07.jpg (23341 bytes)

 

Se você tem alguma pergunta para o Eduardo Lyra, percussionista dos Paralamas, mande para lmachado@matrix.com.br . As respostas selecionadas serão colocadas na Hp sem aviso prévio.


  "Li uma vez que você tem como influência Naná Vasconcelos, Marcos Suzano, Paulinho da Costa, Carlinhos Brown e Mongo Santamaria. Como você se sente hoje em dia sendo influência para novos percussionistas?" (Guga)

"Sim, ouço de tudo mas o Naná é o maior. E todos são mais que influências, são Verdadeiros exemplos.

Os incógnitos percussionistas populares também me fascinam. O repique na escola de samba, o ogam de terreiro, os blocos afros de todos os estados, as manifestações folclóricas, torcida de futebol.

Eu espero poder passar coisas positivas para quem possa me observar, mas não tenho muita técnica."


  "Você usa as peles que já vem no instrumento ou troca por alguma de sua preferência?" (Fábio Augusto Hogenboom)

"Normalmente uso as peles LP e as de Nylon variam muito, e o preço conta nessa hora. Hoje estou com usando algumas peles de nylon da RMV."


  "Como você faz a criação da percussão em uma música? Você pede a opinião dos outros músicos?"(Vera Joseph)

"Opinião é sempre bem vinda mas tem que ser você que decide como vai tocar. Afinal temos limites, é lógico que os limites estão aí para serem vencidos mesmo! Ritmicamente tento trazer sempre para o Brasil, mas a influência caribenha no Paralamas é inevitável."


  "Que rudimentos você usa com baquetas? Tem alguma dica para melhorar essa técnica?" (José Luis Ferraz)

 "Sou pior com baquetas."


" Em épocas sem shows ou nas férias, você costuma estudar ou dá um descanso para seus instrumentos?"

"Sim, esse é o momento para estudar."


"Como você se interessou por música? Qual foi seu primeiro instrumento de percussão? Esse é o instrumento que você mais gosta de tocar?

"Aos 17 anos, violão"(ver bio). O primeiro instrumento de percussão que toquei foi o surdo mas os que eu mais tenho afinidade hoje são as congas e o pandeiro."