Make your own free website on Tripod.com

Correio do Sidon

Se você tem alguma pergunta para o Sidon, mande para lmachado@matrix.com.br

As respostas selecionadas serão colocadas na Hp sem aviso prévio.


" Notamos que em cada música do Pedro Luís e a Parede, em shows, os percussionistas trocam de instrumentos. Como vocês fazem esse revezamento? Qual é o critério?"

"Originalmente eu era responsável pelas agudas, o Celso pelas médias e o C.ª pelas graves, e com o tempo, com o crescimento do set, deixou de ser assim. Nosso critério para o revezamento vem da necessidade do que se quer ouvir. Costumamos dizer que somos uma banda de rock que leva uma bateria de escola de sambade brinde. Muitas vezes, ao gravarmos, começamos pelas conduções (agudos) , depois os graves, e depois recheamos com o miolo (médias: caixas, repiques, tamborins, latas), tudo isso gravado em naipe."

"Você fez aulas? Sabe ler partituras? Usa partituras no Plap?"

"Como já disse antes, fiz um pouco de aula de bateria com o Élcio Caffaro , faço aula com Léo Leobons e fiz aula de leitura com Celso Alvin. Considero muito importante a leitura a fim de facilitar a comunicação. Atualmente iniciamos um workshop no Espaço Cultural Sérgio Porto ( Humaitá- RJ) e, colocamos alguns de nossos arranjos no papel."

"De onde vem a idéia de tirar sons de utensílios do dia a dia como calotas de carros, latas, etc?"

"A idéia de tirar som de objetos do dia a dia , vem, na verdade, da curiosidade, esta que foi levada fundo por Hemeto Paschoal, e mais longe ainda pelo grupo de dança inglês Stomp. Com a tecnologia , é possível que se sonorize e empurre o som de qualquer coisa para primeiro plano."

Com um som tão variado como é o do Plap, o que você gosta de escutar?

"Eu adoro música de todo o tipo: choro, samba, rock, erudita, africana...

Posso dar alguns exemplos do que eu escuto em casa: Arturo Sandoval "Danzón", Led Zeppelin "todos", Chico Science e Nação Zumbi "todos", Lenine e Suzano "Olho de peixe", Jacob do Bandolim "Retratos", Frank Zappa "London Symphony Orchestra", Rage Against the machine, Cacabulho, Mestre Ambrósio , Aquarela Carioca, Stravinski "Firebird", Carlos Malta e Pife Muderno, Los Papines , Egberto Gismonti "Dança dos Escravos", e por aí vai. Atualmente o C.A me emprestou o "World Tour" de Joe Zawinul e The Zawinul Syndicate e está difícil de tirar do cd player. Muito bom!

Ah! Não posso esquecer dos cd’s de samba das décadas de 70 e 80 como: Clara Nunes, Roberto Ribeiro, Candeia, Beth Carvalho, onde cada faixaera uma história (na sonoridade) , idéia que na Parede procuramos seguir, tentando não repetir sonoridades."