Make your own free website on Tripod.com

A HISTÓRIA DA PERCUSSÃO

 

    Ao nos reportamos à história do homem na Terra fica claro que a percussão, como um som específico, praticamente nasceu com a raça humana. A história dos instrumentos musicais é tão antiga quanto a Idade da Pedra. existem evidências substanciais sobre esse fato:

provas arqueológicas(escavações, objetos petrificados, etc.)

Representações de desenhos(cavernas, esculturas)

inscrito em cascas de árvores(papiros preservados por povos primitivos)

    O primeiro impulso sonoro do homem primitivo foi supostamente o de bater palmas ligado a uma certa cadência rítmica. Em achados arqueólogos verificou-se que algumas pedras possuíam tamanhos semelhantes com formas convexas, adaptando-se à empunhadura da mão humana, provavelmente para ser golpea de uma contra outra, produzindo-se  som. Esse mesmo raciocínio de análise se aplica a pedaços de pau, bastões e ossos de animais.

    Arqueólogos acharam pegadas humanas fossilizadas e viram que eram sincronizadas. Notaram também que o pé direito tinha uma pegada mais funda simbolizando um ritual. provavelmente um ritmo binário 2 por 4, o mesmo que é usado no nosso samba. Como instrumentos usavam:

Troncos de árvore ocos que se transformavam em excelentes meios de comunicação, os chamados tantan da África.

Alguns frutos, depois de secos, soltam suas sementes se transformando em chocalhos.

    Dos instrumentos primitivos de percussão tem-se os chamado idiofones, existem os de material sonoro natural e os que possuem elementos adicionados como pedras ou peles para que produzam sons. Eles podem ser divididos em:

  1. CHOCALHAR: produzindo sons qudno as partes do material adicionado chocam umas nas outras ou nas paredes internas;

  2. SOCAR: produzindo sons em um buraco com pés ou as mãos ou em um tubo oco;

  3. CONCUSÃO: produzindo sons ao golpear dois objetos semelhantes(madeira, pedra, osso, etc)

  4. BATER: produzindo sons ao bater em uma ou mais peças de um material sonoro com bastões ou ossos.

  5. RASPAR: produzindo sons ao raspar dois objetos de superfícies não lisas.

     

   Mais um fato curioso: também foram descobertos desenhos paleolíticos nos quais crianças brincam com chocalhos, como ocorre agora em nosso tempos.

(Dinho Gonçalves)